Polícia prende homem que matou ex-esposa com 22 facadas em Tarauacá:”Ela xingou a minha mãe”

A Polícia Militar de Tarauacá prendeu nesta sexta-feira (2) o autônomo Jucelino Damasceno da Silva, 30 anos, pela acusação de feminicídio por ter matado a facadas a ex-companheira Rosangela da Silva Oliveira, 26 anos. O crime foi cometido na última segunda-feira (29).

O mandado de prisão preventiva contra Jucelino foi assinado pela juíza de Direito da Vara Criminal da Comarca de Tarauacá, Joelma Ribeiro Nogueira.

Policiais militares daquele município em uma espécie de expedição prenderam Juscelino na BR-364, sentido Tarauacá a Cruzeiro do Sul no baixo Rio Acuraua, duas horas de barco descendo o rio.

“Ele não ofereceu resistência, pois foi pego de surpresa na hora da prisão. Ele estava foragido desde o dia que matou a ex-companheira”, contou um policial que participou da operação.

Em uma espécie de confissão rápida logo após a prisão, o acusado afirmou que matou Rosangela após uma discussão em que ela teria ofendido a mãe dele.

“Eu fui levar umas coisas, arroz, óleo e ela já foi me agredindo, me deu um tapa no rosto e disse que eu levasse aquelas coisas para a puta da minha mãe, aí eu perdi a cabeça”, diz.

O acusado apresenta uma marca no pescoço e diz que foi resultado de uma tentativa de suicídio e que ele teria atentado contra a própria vida após cometer o assassinato. 

A operação que resultou na prisão do acusado foi comandada pelo delegado Valdiney e contou com a participação dos agentes de Polícia Civil, Pedro, Evandro, Júnior e Al Sgt Marcos Aragão.

 

Folha do Acre

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS: 0